Tecnologia do Blogger.

Post Imenso de Desabafo

Por que tudo acaba desse jeito? Sempre eu, sempre aqui, sempre sozinha, pensando em alguém que não gosta de mim? Pensei até que dessa vez seria diferente. Achei que tinha tudo sobre controle, inclusive meus sentimentos.

Ela chegou como um furacão na minha vida e em menos de 15 dias já estávamos namorando. Ela veio para a minha casa, mas eu não estava tão apaixonada. Também não amava ninguém, fazia pouco tempo que tinha esquecido a primeira ex, e me sentia vazia.

Então pensei que talvez ela pudesse preencher um pouco desse espaço. A perguntei inúmeras vezes se o que ela sentia era verdadeiro pois sentia que estava me apaixonando e ainda podia parar enquanto era tempo. Ela sempre me convencia de que eu era a pessoa da sua vida e me fazia imaginar um futuro juntas.

E sobre o espaço? Como me enganei, ela não só ocupou todo o vazio do meu peito, como ocupou muito mais. Transbordou em mim... Ela ocupava minhas horas, meus pensamentos, minha cama, tudo em mim. Ela me ligava e ficavamos horas ao telefone, não sei de onde tirávamos tanto assunto. A apresentei aos meus amigos e nesses instantes viviamos praticamente em "The L Word", eramos aceitas. E eu era feliz, tinha minha namorada que eu amava (Amo) e meus amigos também a adoravam.

Dois meses e meio depois acabou (não, não acabou exatamente aí, mas foi o início do fim). Show de detonautas free na praia, encontramos pela primeira vez a namorada de uma amiga minha, e eu cega como sempre (achando talvez que ela sentisse o mesmo que eu e estivesse se lixando para o resto do mundo) não percebi o que acontecia entre elas. Nada físico, (só soube depois quando minha amiga falou que estava "rolando um clima", ignorei).

Fui assaltada, havia fotos nossas no celular, dei piti, foi horrível. Ela manteve a calma, ameaçou terminar comigo, e eu furiosa que estava, concordei. Não sei se ela não terminou porque não tinha onde ficar além da minha casa, ou porque não quis. Mas o primeiro fim, veio alguns dias depois.

Ela me pediu um tempo. Pediu e ficou ainda na minha casa uns dois dias. Ela era simplesmente irresistivel para mim, dormiamos na mesma cama de solteiro, e cada uma das duas noites seguintes foi uma tortura. Ainda nos beijamos, claro, mas nunca mais foi a mesma coisa. Tempo é adiar o fim.

Continuamos nos falando como sempre (em quantidade, mas a qualidade mudou). Completamos três meses (um recorde para mim). Ela veio pouco depois disso, passar a prévia do carnaval comigo, voltamos, mas eu sentia algo diferente no ar. Algo que não me deixava mais ser totalmente feliz como eu era antes. Chegou na sexta-feira antes do carnaval e foi embora na segunda de manhã, pouco antes de partir, depois de já termos comprado a passagem, ela terminou tudo, disse que não era bem aquilo que ela queria, deu mil explicações, disse até aquela frase idiota "não é você, sou eu" e terminou ainda para garantir que não teria volta dizendo que não sabia se gostava mesmo de mulher.

Chorei, na frente dela, pra que esconder meus sentimentos naquela hora? Eu já tinha mostrado toda a alegria que ela me proporcionava, agora mostrava a tristeza também. Fui acompanhá-la até a rodoviária. Abracei-a como se fosse a última vez que nos veríamos. Me despedi com um "Adeus".

Ela continuou a ligar, eu voltei a escrever, fiquei triste, todo mundo sabia o que tinha acontecido só de olhar para mim, me tranquei no meu mundo, no meu quarto, apenas eu a solidão e a saudade. Ela voltou algumas vezes, e sempre ficávamos, eu não conseguia resistir, nunca. Todas as vezes ela quem me beijou primeiro. Eu me questionava o que ela estava fazendo, já que deixava bem claro que não voltariamos. Eu era apenas usada e depois descartada. Mas eu precisava senti-la perto de alguma forma.

Um dia ela foi de vez, para sempre, não sei bem que dia foi, não teve uma despedida especial, nada que mostrasse que ela não ia voltar. Aos poucos ela foi ligando menos, as ligações foram ficando mais curtas. Até que parou. Até que eu pedi para parar, para não me ligar mais, não falar comigo no msn, nada. E ela atendeu. Não me ligou, mas estava todo dia seu nome na minha página do orkut.

Ao fim de uma longa semana (parecia que tinha passado um mês), eu liguei, falei que queria continuar falando com ela sim, que não aguentava aquilo, mas nunca mais foi a mesma coisa. Agora parou, não liga, não aparece no msn, não olha meu orkut, está namorando uma menina, e então eu entendo que o problema era realmente eu.

Mas sinto tanta falta, ainda não consegui olhar para outras pessoas. Faz aproximadamente sete meses que acabou (é muito tempo) e eu fiquei com três pessoas, uma noite com uma menina numa boate, duas vezes na minha tentativa inútil de ser hetero com um cara e outra quando eu estava extremamente bêbada e precisava beijar alguém, e como o ambiente não me proporcionava que fose uma garota, acabei ficando com um cara feio.

Ainda não consegui me recuperar, logo eu que tinha tudo sob controle no início, que não a amava tanto, nem gostei do beijo dela num primeiro momento. Hoje me vejo apaixonada ainda por alguém que não dá a miníma. Fico aqui sentada na frente desse computador, escrevendo coisas tristes, e relembrando, quando ela vinha e me abraçava por trás, me dava um beijo no rosto e fazia com que eu saisse da internet por muito tempo.

Como ela conseguia me tirar de casa, me tirar da tristeza, me acordar de madrugada só para me beijar. Fico lembrando até mesmo como ela conseguiu me fazer cozinhar. Por isso digo que não quero amar alguém, quero ela. Quero só essa pessoa, ninguém mais. Mas tudo acabou. E não sei seguir sem ela.

3 comentários:

Flor de Azeviche 21 de setembro de 2009 20:08  

Que desabafo =/
Melhoras aí... Tudo melhora no final =)

Um beijo

Amy Dee 22 de setembro de 2009 22:22  

Assim espero =/

Obrigada pelo comentário...

Bju!!

Mahy Olivetty 26 de setembro de 2009 13:20  

Aown, minha linda ! Eu sei disso, mas nada melhor como desabafar, e eu fiz questão de ler tudinho, mesmo sabendo de cada coisinha dessa. Eu fiquei com o coraçãozinho apertado, amor!
Qualquer coisa você sabe que eu to aqui sempre pra te ouvir e te cuidar, néah ?

Eu amo você!

Beijo

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário, volte sempre =D

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital