Tecnologia do Blogger.

Tempo

Faz tempo que não sinto o coração acelerado
Aquela quase dor

Faz tempo que não sinto meu peito completo
Que não suspiro

Faz tempo que tento aprender a conviver com esse tipo de vazio
Com esse tipo de solidão

Faz tempo que não me sinto feliz
mas faz tempo também que tento aprender a ver a vida com outros olhos

Faz tempo que observo a lua
Que paro para ver um gatinho brincando

Faz tempo que me esqueço do tempo por alguns instantes
Faz tempo que volto a recordar que o tempo passa mesmo que eu não queira

Faz tempo que não me esvazio completamente de mim mesma
Mas faz esse mesmo tempo que não me sinto completa


Faz tempo que não sinto uma onda de calor a percorrer todo o meu corpo quando ouço uma voz
Faz tempo que não sinto um arrepio na pele ao sentir um toque

Faz tempo... faz tanto tempo que nem lembro mais como é
Faz tempo que tento ser outra pessoa

Faz tempo que as pessoas acham que eu tenho transtorno bipolar
Faz tempo que não consigo fingir ser quem não sou por muito tempo

Faz tempo que tento mostrar algo que não sinto
Faz tempo que sucumbo ao que sou.

2 comentários:

Bú II 11 de dezembro de 2009 12:54  

Faz tempo que eu não lia alguma coisa desse nível em um blog...
Faz tempo que eu procurava o que me provocasse a ler

E olha, eu sou bem chata. Você foi a primeira a me intrigar. (Nisso incluo o Mario Quintana. Você ganhou dele. Eu leio você, mas não leio ele não)

Tô encantada. Ele passou, mas você super passarinho. Cantou suave com letras aos pés dos meus olhos. Viva Amy Dee.

M.D. 12 de dezembro de 2009 13:38  

Nossa!

Sinto-me lisonjeada =D

Tento ser verdadeira no que eu escrevo, embora na maioria das vezes consiga apenas fazer uma confusão de palavras.

Mas ainda bem que gostou =)

Ganhei do Mario Quintana? Uau, tô me achando agora... rsrsr

Obrigada pelo comentário!

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário, volte sempre =D

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital