Tecnologia do Blogger.

Fase III

Logo agora que eu estava encarnando a Sagitário destemida vem essas mudanças e dizem que não sou mais centauro, que agora eu sou uma serpente! Mas hein? No way!!!! Logo agora que encontrei um jeito de ser sagitário, de viver intensamente... Não mesmo! Não abro mão.
Pois bem, nesse meu novo "estilo de vida", adotando um jeito cafageste de ver a vida, está tudo as mil maravilhas, nunca pensei que não se importar, não ligar no outro dia, não dar a mínima se vão querer te ver de novo (na verdade, melhor que nem queiram mesmo) seria tão bom! Ah se eu soubesse já teria me libertado há muito tempo.

O que um animal acorrentado não é capaz de fazer quando finalmente se vê solto?

Passei para a fase III da minha missão!

Consegui encarar estranhos até fazê-los desviar os olhares, travei batalhas de olhares e venci a maioria. Estou até ficando boa nisso, mas o que me fez sair definitivamente da fase II foi a capacidade de esquecer e de não sentir. Explicando: Aquela ex, a primeira, que foi com quem dei meu primeiro beijo e que também foi a primeira que me fez sofrer horrores e me trancar em mim. Pois é, ela voltou. Há algum tempo ela tentava voltar, mas eu só afastava de uma forma não agressiva, afinal, eu estava muito bem com minha namorada e não queria que raiva ou rancor afetassem a minha relação. Mas agora que estou solteira de novo! (6)

Dei corda, se dei! Corda até de mais e puxei. Depois que comecei com essa história de missão eu mudei mais que em quatro anos de sofrimento e de esperar passar. Não dei nem patadas, eram coices mesmo, comecei a fazer as minhas vontades e quem não quiser... poxa! Quem não quiser que se foda!

Como é bom estar assim, com as rédeas da minha vida nas minhas mãos! Com o controle mesmo que me descontrolando sempre! O diferencial é que não mais me machuco porque acabou aquela visão romântica (não que eu não acredite mais no amor, mas esse é assunto para outro post), não espero mais nada de ninguém e por isso não mais me decepciono.

Aquela menininha está morrendo aos poucos, talvez ela ressucite (afinal, é ela quem escreve poemas bonitinhos e melosos), na verdade ela está mais para adormecida, mas por enquanto é bom deixá-la assim. E que venham os próximos finais de semana!

6 comentários:

Anônimo,  19 de janeiro de 2011 20:46  

adoraria ser a pessoa a voltar a despertar este coração infinitamente gentil e amoroso... ;D

M.D. 21 de janeiro de 2011 13:39  

Rsrssrs,

Nos conhecemos?

Anônimo,  22 de janeiro de 2011 13:55  

Certamente minha linda, mas devo admitir que prefiro a Marília que conheci! Enfim, quem sabe um dia ela não retorna, após perceber que se camuflar não vai evitar sofrimentos ;)
beijos

M.D. 22 de janeiro de 2011 16:48  

"E se de repente a vida te coloca do avesso e você descobre que o avesso é seu lado certo?"

Vi essa frase em algum lugar e me idenfiquei muito com ela... talvez a camuflagem fosse antes, e agora finalmente as máscaras estão caindo.

Quem sabe a nova Marília não é melhor que a anterior? Quem sabe não estou me reinventando, mas me descobrindo?

Bjus!

Anônimo,  22 de janeiro de 2011 17:34  

Então que seja assim, siga mudando e fortalecendo seu "eu" . Sorte e sucesso eternamente!

beijos

Anônimo,  22 de janeiro de 2011 17:35  

Até qlq dia... :P

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário, volte sempre =D

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital