Tecnologia do Blogger.

O amor não existe!

Toda essa merda de amor romântico que eu insisto em acreditar, essa porcaria de se entregar completamente de ter sonhos a dois, de querer estar a dois, deixar que ela seja tudo na minha vida e que eu preciso me declarar todo dia.

Esse sentimento que me enchia e chegava a transbordar, a alegria que eu sentia sem achar que ia passar, não existe, é só um tempo.


Por que as pessoas não podem ficar juntas? O que há de errado em ser só eu e ela? Por que tem que sempre ser assim? Ou ela não sabe se quer ficar com meninas mesmo que depois de mim ela ja esteja com uma menina há um ano e meio, e ainda diz que o problema não era eu?

Agora a florzinha que claro uma hora ou outra ia me furar com seus espinhos, deixar que a distância nos separe sem ao menos tentar lutar. Se deixou vencer numa batalha que nem começou...

Mas todos tem alguma teoria sobre isso, claro, sempre tem, todos hoje veem onde eu errei, o que eu estava fazendo: "você dá segurança de mais", "você é apaixonada de mais".... mas na época ninguém me avisa, ninguém me alerta, me deixam avulsa por aí, achando que eu to fazendo tudo certo até a bomba cair e todos dizerem: Eu sabia. Sabia uma ova! Se sabia por que me deixaram quebrar a cara, de novo?

Mas também claro que o erro foi só meu, claro que não do fim, mas o erro por eu estar da forma como estou agora. Tudo culpa minha, porque não sei separar, não sei amar alguém sem me entregar totalmente e eu sempre me fodo (não no sentido bom).

Amar é uma merda e esse amor que eu vivo atrás não existe, nunca vai existir! A cada fim de relacionamento eu penso que vou cair na real e parar de ser a garota romântica que manda flores. Hoje os relacionamentos são só comer alguém e pronto. Que se dane o dia seguinte. Pra quê? Que se foda! Ninguém tem sentimentos também, vai ser recíproco se você deixar para lá.

E como opostos se atraem, infelizmente, parece que nunca vou encontrar alguém como eu, já até pensei em sair por aí, agindo como uma filha da puta, catar qualquer menina, me satisfazer sexualmente e pronto! Não é isso que se faz hoje? Mas não, não consigo fazer isso, porque eu sou uma ANORMAL. Porque eu não to a fim de sexo, não quero sair por aí trepando com todo mundo, porque não é isso o que me deixa feliz!

O que me deixa feliz é acordar todos os dias ao lado da mesma pessoa que eu posso dizer, eu te amo, sem medo! É mimar, mandar um SMS no meio do dia só para dizer que está com saudades. Sinto falta disso! Não de uma porra de uma transa, não quero ficar com pessoas que eu não conheço, me arriscando a pegar uma DST só para me satisfazer, e nem satisfaria. Sou carente de palavras, de olhares apaixonados, não quero que me comam com os olhos, quero apenas um sorriso sincero.

1 comentários:

flor 12 de dezembro de 2010 07:11  

Sabe que eu entendo o que você disse.
Eu já passei por isso e acho que todo mundo já passou, se não passou vai passar.
Eu também sou muito intensa e adoro dizer que gosto, que quero estar junto, mandar mensagens, sim, eu entendo bem o que você diz.
O amor, não. Não podemos desistir dele. Acho que estamos aqui até hoje porque ele existe e está presente em nós. Mas eu também sei que nada do que eu disser agora vai valer de alguma coisa, no fundo, só nós sabemos - realmente - o que se passa.

Beijos enormes, pessoa.
Saudades, eu estava, de vir aqui.

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário, volte sempre =D

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital